“Ensina-nos a orar”: Orando a um Deus Santo

Umberto Moura

As orações proferidas por homens de Deus, encontradas nas Escrituras, parecem revestidas de solenidade, respeito e santidade. Essas qualidades não pareciam obstáculos para Deus responder às orações, nem lhe diminuíam o poder. Quando os homens de Deus queriam falar com Deus, procuravam a comunhão com Ele pela consagração e santificação da vida.

Será que procurar falar com Deus de maneira casual, informal, como as religiões contemporâneas estão ensinando, seria o melhor caminho para se chegar a Ele? Ou este método de orar extra-bíblico é mais um produto das religiões comerciais modernas?