"...Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte
ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus..."

Apocalipse 14:9-10


Palestrantes /

Karl Tsatalbasidis viveu no cenário do jazz e do rock por vários anos como um baterista bem sucedido, até que foi resgatado pelos sons simples das palavras de um Carpinteiro. Depois de entregar sua vida ao Senhor, compreendeu o que significa louvar a Deus através da música. Agora ele ensina pessoa em todo o mundo acerca das verdades bíblicas a respeito da música na igreja, bem como em nossas vidas cotidianas. Sua educação musical e sua carreira fazem dele um especialista nas perturbadoras raízes do rock e do jazz – e da bateria que os impulsiona.

Neste seminário, dividido em 4 partes, o Pr. Karl discute em detalhes um dos assuntos mais polêmicos na igreja da atualidade. Muitos descobriram que alterar o estilo de música, em um esforço para conquistar novos membros ou mesmo para manter os membros existentes não levou suas igrejas aos resultados desejados. Vigiar e orar ou dançar e folgar? Há algum problema com a adoração e a música na igreja? Isso realmente importa? O que os cristãos dos últimos dias devem fazer com relação à música, se desejamos seguir completamente a vontade de Deus? O Pr. Karl usa as experiências de seu passado como baterista e suas experiências pastorais, para nos dizer, com base na Bíblia, o que Deus deseja que façamos.

O Pr. Karl também escreveu um livro intitulado Drums, Rock, and Worship (Tambores, Rock e Adoração). O livro explora o complexo relacionamento entre a igreja de hoje a música moderna na adoração, especialmente a questão do uso da bateria. O uso do rock no louvor é justificável ou é um comprometimento perigoso? Um chamado à reforma, que mudará atitudes e ganhará corações a partir da história pessoal e emocionante de um conhecedor da indústria musical.

Vídeos